Imprimir

A Diretoria de Defesa Profissional iniciou, em outubro de 2014, suas atividades junto a SMCRJ. Na época o meu pensamento focou nos planos de saúde, convênios e pacientes particulares. Afinal de contas, a clientela particular era enorme e o assunto era se pagavam bem ou mal. Mas hoje, com a “debacle” da clientela particular, temos que focar no sistema público de saúde ou SUS.

Sempre tive fé no SUS tanto que tenho duas situações, ambas por concurso. Acreditando no sistema, abrir mão de parte da clínica particular, o que se revelou, a longo prazo, um erro.

Não sei e nunca entendi por que as gestões Petistas de Lula (oito anos) e Dilma (cinco anos) nunca valorizaram, reorganizaram e aprimoraram o sistema público de saúde? Poderiam ter feito hospitais de ponta, organizado equipe médicas de elite e mostrado, como diz a propaganda oficial, que a medicina é fundamental para o trabalhador...

Infelizmente nada disto aconteceu, os políticos vão a São Paulo que tem a melhor medicina particular do Brasil. Lá todos buscam os hospitais privados e a medicina é toda ela calcada no sistema básico de lucro. Já o trabalhador fica na fila do SUS.

Com o fim do governo lulo-petista, temos que afirmar que a saída para a medicina brasileira é o sistema particular, com os convênios ajudando os que têm menos recursos. O serviço público será exclusivamente para as emergências. E olhe lá!

 

Alberto C. Duque

Diretor de Defesa Profissional