Eleito com unanimidade Dr. Gadelha recebeu homenagem na 38ª edição do prêmio, nesta segunda-feira (17) no Auditório Geral Nobre do Hospital Universitário Gafreé e Guinle, com a presença de importantes representantes da categoria.

Em comemoração ao dia do Médico (18 de outubro), a Sociedade de Cirurgia e Medicina do Rio de Janeiro (SMCRJ) realizou na noite desta segunda-feira (17), no Auditório Geral Nobre do Hospital Universitário Gafreé e Guinle (RJ), a entrega do prêmio ‘Médico do Ano’, em que homenageou o Dr. Paulo Gadelha, presidente de uma das maiores e mais importantes instituições em pesquisas do país, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Em sua 38ª edição, a solenidade - que reconhece médicos dedicados à profissão, com ética e amor à Medicina - contou com a presença de diversos docentes e representantes da categoria médica, como o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (CREMERJ), Associação Médica Brasileira (AMB) e Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (SOMERJ).

A presidente da SMCRJ, Dra. Marilia de Abreu Silva, entregou em mãos a placa de homenagem ao médico eleito, e ressaltou a importância do Dr. Gadelha na luta pela Saúde Pública: “Agradecemos a dedicação desse profissional que realiza há décadas um trabalho excepcional na Fiocruz e por todo o país. Esse dia é especial, e serve para nos lembrar de todos os desafios que a classe médica enfrenta e supera no Brasil, como a luta diária pela valorização profissional”.

Dr. Paulo Gadelha agradeceu à SMCRJ pelo título, e lembrou a relevância da premiação, que já homenageou personalidades como Ivo Pitangui, Pedro Ernesto, Paulo Niemeyer e Raul Fialho de Faria Junior, entre outros: “ Essa homenagem tem um sentido muito especial por reconhecer a relevância de Doutores que fizeram a diferença na história da Medicina, e principalmente  pelo cenário atual que atravessamos, com crises política, econômica, e sanitária, onde lutamos permanentemente contra Zika, Dengue e Chicungunha. Carregarei com muita honra e alegria essa placa, esse momento e esse simbolismo, encarando como um compromisso pessoa e incentivo para continuar a fazer ainda mais pela população e pelo país”, finaliza o médico.

Sobre a Solenidade Médico do Ano

Desde 1978, a Sociedade de Cirurgia e Medicina do Rio de Janeiro, reconhece médicos que fizeram e fazem a diferença de alguma forma e que exercem a Medicina em benefício da população, contribuindo com a promoção da saúde do país, com ética e amor a profissão.  Ivo Pitangui, Pedro Ernesto, Paulo Niemeyer e Raul Fialho de Faria Junior são alguns dos médicos que já foram agraciados com o reconhecimento.

 

Sobre a SMCRJ

Fundada em 1886, a Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (SMCRJ) é considerada uma das mais antigas sociedades do país, mas desde a inauguração mantem o mesmo objetivo principal que é organizar a categoria médica em torno das discussões específicas da saúde e de seu papel político.

Atualmente, a centenária instituição oferece atividades de cunho científico, cultural e técnico e, através de fóruns realizados, são levantadas questões importantes aos profissionais sobre o papel na sociedade e como contribuir para a melhoria da prática médica, para a defesa da prática profissional e para o aperfeiçoamento dos antigos e novos profissionais de saúde.